Ginecomastia

GINECOMASTIA – VOLUME MAMÁRIO EM HOMENS

 

O QUE É:

É o desenvolvimento do volume mamário em homens, provocado por aumento do tecido fibroglandular e adiposo. Na puberdade, com intenso influxo hormonal, e na velhice, com a diminuição da testosterona, é muito comum – quase metade dos homens apresentam certo grau. No adulto, ocorre em aproximadamente 10%.

A causa na maioria das vezes é desconhecida. Mas pode ocorrer devido a alguns dos seguintes fatores:

  • – Desbalanço entre hormônios estimuladores (estrogênicos) e inibidores (androgênicos).
  • – Doenças de tireoide ou hipófise.
  • – Uso crônico de alguns tipos de medicamentos.
  • – Tumores de testículo ou suprarrenal (raro).

A ginecomastia não tem relação direta com câncer, ou seja, não predispõe ao desenvolvimento do câncer. Dependendo do volume e de desconforto estético e das implicações sociais, como restrição à prática de esportes que impliquem na exposição do tórax, pode ser necessário tratamento.

O TRATAMENTO:

Para pacientes que desejam realizar o tratamento da ginecomastia, existem diversas etapas. Primeiro são realizados exames pré operatórios para avaliar a função hormonal e exames de imagem para identificar a presença da glândula mamária (ginecomastia verdadeira) ou o depósito de gordura que causa o aumento de volume (Pseudoginecomastia).

A técnica cirúrgica dependerá do grau da ginecomastia:  Casos leves com pouco volume e pouco excesso de pele podem ser tratados somente com lipoaspiração. Em casos mais severos além da lipoaspiração é realizada a retirada da glândula através de uma incisão ao redor da aréola, e se existir flacidez de pele, uma correção do excesso de pele pode ser necessário.

Todos tratamento são realizados em ambiente hospitalar e com anestesia, que poderá ser tanto anestesia geral ou raquianestesia e sedação. A conversa com seu cirurgião e seu anestesista irão determinar qual o melhor método para o seu caso.

CUIDADOS PÓS-OPERATÓRIOS:

Após a alta hospitalar, que se dá normalmente no mesmo dia do procedimento após a recuperação anestésica, o paciente terá que seguir todas recomendações fornecidas pelo seu cirurgião, que incluem: Não realizar esforços físicos, principalmente levantar os braços ou se apoiar, utilizar a malha modeladora cirúrgica durante o período de 30 dias, onde normalmente o paciente começará a iniciar com atividades físicas caso apresente boa evolução.

 

Open chat