Retirada de lesões cutâneas

 RETIRADA DE TUMORES CUTÂNEOS

O Câncer de pele é o tipo de câncer mais frequente no mundo. Qualquer lesão de pele que altere sua configuração, como forma, tamanho, apresente sintomas como coceira e dor, devem ser avaliados para a possibilidade de ser uma câncer de pele. A avaliação com seu dermatologista ou cirurgião plástico irão determinar quais lesões são suspeitas e devem ser removidas.

Muitas vezes estas lesões se apresentam em locais em que a sua retirada poderá causar um prejuízo estético aparente, como na face, ou muitas vezes poderá resultar em perda da função, como no caso de lesões em pálpebras e lábios.

O cirurgião plástico atua na retirada de lesões cutâneas e tratamento do câncer de pele com o objetivo de devolver o aspecto harmônico da face nestes casos, através de diversas técnicas aprimoradas ao longo dos anos.

PROCEDIMENTO:

Na maioria das vezes o procedimento é realizado sob anestesia local, e dura cerca de 30-60 minutos. A alta é realizada no mesmo dia e o paciente segue para acompanhamento ambulatorial, onde além de realizar consultas de revisão, deverá receber o resultado anatomopatológico da lesão que foi retirada – o diagnóstico final.

Apesar de muitas vezes parecer simples, estes procedimentos podem resultar em sequelas visíveis e permanentes, portanto o papel da cirurgia plástica é de extrema valia nestes casos.

Open chat